Sei
01 Aug 2013 | Sei

Fã Clube Nando Reis

Nando Reis & Marisa Monte: Canções

Nando Reis & Marisa Monte: Canções

No início dos anos 90, sem muito espaço no Titãs, devido a quantidade de compositores na banda, Nando procurou parcerias alternativas. Nesta época se reencontrou com Marisa Monte, que tinha conhecido em 1989, durante uma gravação do programa ‘Babilônia’ da Rede Globo (Assista abaixo).

..

Deste reencontro surgiu uma grande amizade que mais tarde viraria um namoro. E foi uma união super produtiva! A habilidade de Nando em compor, aliada a musicalidade de Marisa, deu origem à pérolas inesquecíveis ,isto foi determinante e deu um novo rumo à carreira do Titã: finalmente ele tinha encontrado seu lugar e sua forma particular e pessoal para fazer música.

Assim, o encontro com Marisa tornou-se essencial para a carreira de Nando, sendo a primeira artista que gravou composições suas fora da banda ‘Titãs’. Isso fez com que ele adquirisse segurança e acreditasse que poderia sim criar músicas com melodias bonitas. E a importância de Marisa na carreira do cantor não parou por aí: ela o apresentou à Cássia Eller, que mais tarde se tornaria sua maior intérprete e amiga!

CD Mais (1991) – Marisa Monte

As primeiras parcerias da dupla surgiram no segundo disco de Marisa, intitulado ‘Mais’, do ano de 1991. São elas: ‘Ainda Lembro’, ‘Tudo Pela Metade’ e ‘Mustaphá’. ‘Diariamente’, nona faixa deste álbum, ao contrário do que muita gente acredita, não é uma parceria da dupla e sim uma letra e música de Nando dedicada à Marisa, que se tornou um grande sucesso na voz da cantora. Uma curiosidade bem legal sobre este trabalho é o encarte, todo escrito com a caligrafia de Nando Reis (letra de todas as canções e ficha técnica)!

‘Ainda Lembro’: ‘Ainda Lembro’: Foi a primeira canção que Nando e Marisa se sentaram juntos para trabalhar. A cantora já tinha uma ideia da letra e o ruivo a ajudou a terminar. Nando participou incentivando e resolvendo alguns impasses. – OUÇA AQUI

‘Tudo Pela Metade’: Composta em parceria com Marisa, originou-se de um caderno de poesias do ruivo: Marisa leu a letra e achou interessante. Partindo disso eles fizeram a canção em cima da letra. A cantora corrigiu e mudou algumas coisas até virar uma música. – OUÇA AQUI

‘Tudo Pela Metade’:‘Mustaphá’: Mustaphá é um fotógrafo árabe, amigo de Nando e Marisa, que morava em Nova Iorque e foi cobrir a guerra do Golfo. Na época a dupla ficou muito preocupada e compôs esta canção em sua homenagem. – OUÇA AQUI

CD Verde, Anil, Amarelo, Cor-de-Rosa e Carvão (1994) – Marisa Monte

‘Tudo Pela Metade’:O terceiro álbum de Marisa Monte trouxe mais três parcerias da dupla, sendo elas ‘Na Estrada’, ‘O Céu’ e ‘Enquanto Isso’. Além de ‘Ao Meu Redor” composição só de Nando.

‘Na Estrada’: A melodia desta canção foi composta integralmente por Marisa. Originalmente feita para o disco anterior (Mais), ela ficou quatro anos na “geladeira”, pois quando a cantora mostrou os versos em inglês eles não ficaram 100% confiantes que estava legal. E foi com Carlinhos Brown, também parceiro nesta música, que eles conseguiram resolvê-la. – OUÇA AQUI

‘O Céu’: Composta em 1994, ela é mais alegre e com balanço do disco. Nela podemos ver referências na forma de criar de Nando, como a menção aos astros. Ela recebeu a melodia e sugestões de Marisa. – OUÇA AQUI

‘Enquanto Isso’: Escrita por Nando em um hotel, a ideia era falar sobre tudo o que estava acontecendo simultaneamente em vários lugares do mundo. A inspiração partiu da ideia do primeiro filme do Super-Homem, que voou ao redor da Terra no sentido contrário para reverter o tempo. “É a hipótese do espectador inverossímil que desse uma geral na Terra e assistisse a tudo isso”, segundo analisou o ruivo. – OUÇA AQUI

CD 12 de Janeiro (1995) – Nando Reis

Quem ouviu o primeiro disco de Nando Reis percebe que ele tem forte influência da sua relação com Marisa Monte e seus músicos. Dentre as canções, duas parcerias com a cantora: ‘E.C.T’ e ‘Para Querer’!

‘E.C.T’: Foi a primeira parceria do trio ‘Nando, Marisa e Brown’, composta na Bahia junto com ‘Seo Zé’ e ‘Na Estrada’. Veja a história desta canção CLICANDO AQUI!

‘Para Querer’: – Parceria de Nando e Marisa, surgiu quando a cantora enviou ao ruivo uma fita com melodias. Ao receber, o poeta ficou obcecado pela ideia de fazer uma música para agradar Marisa e, com isso, ficou dias trabalhando nesta letra, que fez respeitando a melodia exatamente como estava! A canção não chegou a ser gravada por Marisa, pois tinha um verso que a cantora sempre implicava, “Vacas mas sem vogal”, e ela disse, na época, que não conseguia entender este trecho e que só conseguia gravar coisas que sabia que estava dizendo.
Na visão de Nando:
“Vacas sem vogal! Olha só, a vogal A é a mais feminina de todas, é um artigo. A vaca é um animal feminino porque ela é que dá o leite e tem essa coisa de vaca ser sinônimo de puta. Então é como se você pudesse pensar na mulher ausente de feminilidade: se tirarmos os “A”s das vacas o que restaria ? Ficaria só “v”, “c”, “s”, ou seja, aquela coisa espinhuda. Então tem sentido, não é um verso aleatório, esquisitinho, não era um truque com palavras legais combinadas. Não! Faz sentido com a letra!”

(uma visão totalmente, inesperada, própria, única e diria inalcançável , o que da uma clara idéia da originalidade de pensamento de Nando. Marisa não deixava de ter razão na dificuldade em entender): Mesmo com esta explicação empolgada de Nando, a artista não se convenceu a gravar e Nando, mais tarde, a gravou em seu disco ’12 de Janeiro’… – OUÇA AQUI

CD Alfagamabetizado (1996) – Carlinhos Brown

O disco de estreia de Carlinhos Brown, intitulado Alfagamabetizado, recebeu uma faixa composta pelo trio ‘Nando, Marisa & Brown’ que deveria ter sido lançada no ‘Verde, Anil, Amarelo, Cor-de-Rosa e Carvão’ de Marisa: ‘Seo Zé’. Esta canção, inclusive, tem o verso que deu nome a este disco de Marisa Monte (“O Brasil não é só / Verde, Anil e Amarelo / O Brasil também é / Cor de Rosa e Carvão”). Infelizmente não temos em nossos arquivos a história da criação desta música… – OUÇA AQUI

CD Infernal (2001) – Nando Reis

O disco ‘Infernal’ de Nando trouxe outra parceria de sucesso com Marisa Monte, o reggae ‘Onde Você Mora?’, que já tinha sido gravada em 1994 pelo ‘Cidade Negra’. esta canção se tornou um grande sucesso e muitos se surpreendem ao descobrir ser composição de NR Infelizmente não temos em nossos arquivos a história da criação desta música… – OUÇA AQUI!

CD Infinito Particular (2006) – Marisa Monte

O sétimo álbum de Marisa Monte também contou com uma parceria com Nando Reis, onde juntos resgataram a canção ‘Gerânio’ de 1991…

‘Gerânio’: Foi escrita por uma prima de Marisa (Jennifer Gomes), para quem foi enviada por carta em 1991. Originalmente Marisa, que na época namorava Nando Reis, não quis grava-la, mas Nando acabou dando uma revisada na canção e a fez mais autobiográfica, com Marisa desde o primeiro momento adorando a letra! – OUÇA AQUI!

———————————————

+ Curiosidades: Nando compôs duas músicas falando sobre o fim de seu relacionamento com Marisa. São elas: ‘Resposta’, sucesso do ‘Skank’ e ‘A Urca’, presente em seu primeiro disco (12 de Janeiro).
+ Curiosidades: Apesar da parceria de longa data, Nando nunca tinha gravado uma música cantando com Marisa, até o lançamento de seu disco ‘Sei’, em 2012, onde fizeram um dueto em ‘Pra Quem Não Vem’! – OUÇA AQUI!
+ Curiosidades: A primeira versão de ‘Diariamente’ era muita longa e, por isso, Marisa sugeriu que retirasse duas de suas estrofes! Como será que deve ser a versão original?

* Fontes:
– Livro ‘Letra, Música e Outras Conversas’ de Leoni (1995).
– Livro ‘Vozes do Brasil 2’ de Patricia Palumbo (2007).

4th agosto, 2018

Sem comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *