Sei
01 Aug 2013 | Sei

Fã Clube Nando Reis

TOLEDO-PR – Empório Santa Maria (20/10)

TOLEDO-PR – Empório Santa Maria (20/10)

Quando me pediram para eu fazer um relato sobre o show de Toledo, pirei! Pensei: c#$%*%o, sou reconhecida como fã!

Aí me perguntei: como é que a gente vira fã? Sinceramente eu não sei; já tinha vários discos do Nando. Lembro do meu filho mais velho (hoje com 18 anos) deitado na cama, pequeno, cantando Relicário comigo. Aí um dia “Nandei”! Simples assim: “Nandei”. Acho que escutei alguma música (do Nando, é claro) e algo em mim ligou, me puxou pelo estômago, abriu minha mente, meus ouvidos e meu coração.

Sempre havia alguma música que falava o que eu queria ouvir, o que eu queria falar, que era exata! E “Nandei”, sou Nando e pronto!

No primeiro show que eu fui (em Toledo, no Hotel Querência) era domingo. Uma delícia de show. Ainda não tinha as backing vocals e o Nando usava uma bata branca impecável!

O segundo show foi Bailão do Ruivão (em Toledo, no Empório Santa Maria), ganhei o ingresso de presente de aniversário da minha amiga NANDA (linda!) e curtimos para caramba! Fomos meu marido (Nando) e minha amiga Nanda e eu. Parece brincadeira, mas não é!

Desta vez eu fui decidida a conseguir um autógrafo. Todos meus amigos torcem para que eu consiga e a cada show que eu vou é um alvoroço no dia seguinte para saber se eu consegui. Curtimos cada segundinho do show, cantamos todas as músicas e assim que o show acabou, tentamos conseguir um autógrafo, quase briguei como o segurança (hehehe!) e infelizmente não consegui.

Aí veio a experiência “Sei”. Comprei o CD, que acabou chegando só no dia do show. E abrindo o jornal é que eu vi o rosto do Nando e a data do show! Quase tive um treco!Liguei para meu marido na hora. Eba! Mais um show! E lá fomos nós, de novo para Toledo. Fizemos o trajeto Cascavel-Toledo ouvindo o CD, é claro!Chegamos e já nos plantamos na frente do palco.

O show começa! E começa com Pré-sal (eu sabia!). O palco ficou muito mais lindo e iluminado! E foi diferente, porque era o primeiro show e a gente não sabia de cor as músicas. E pelo menos aos meus ouvidos, o novo CD tem algumas batidas dos anos 50, um som para se curtir mesmo e isso fez o show especial. Principalmente porque ele intercalou as músicas novas com as velhas conhecidas.

O Alex estava animadíssimo. Fazia sua festa particular, dançando, curtindo, cantando! As meninas impecáveis e o ponto alto do show (para mim), foi quando todos eles vieram pra frente do palco, pertinho da gente, tocando e curtindo. Eu vi tanto prazer em estarem ali tocando pra gente que não saberia descrever.

Para mim foi o melhor show do Nando porque a sonoridade das músicas novas arrasou, porque o show realmente foi um arraso e porque eu amo esses caras! Precisa mais que isso?

Tentei novamente conseguir um autógrafo, mas o menino da produção (que ficou vendendo os CDs, beijos para ele, super atencioso) disse que o Nando tinha compromisso. Não fui embora triste. Falo de novo, foi o melhor show do Nando.

Mas não desisto de conseguir uma foto, um autógrafo e, quem sabe, um dia, ser reconhecida como fã.

Toda a vez que tiver show aqui na região, irei, porque como diz a música, “nem a distância entre as cidades pode te afastar de mim”.

Não desisto porque “EU NANDO”!

Por: Ana Paula Lopes

26th outubro, 2012

3 Commentários

3 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *