Sei
01 Aug 2013 | Sei

Fã Clube Nando Reis

RECIFE-PE – Baile Perfumado (01/11)

RECIFE-PE – Baile Perfumado (01/11)

Show muito esperado por mim e por todos que aguardavam o novo trabalho de Nando Reis, nosso sempre e eterno RUIVÃO.

Na chegada muito frisson e como que orquestrado, a maioria estava do lado de fora do Baile Perfumado, como que esperando apenas um sinal para tomarem seus postos de expectadores.

Assim como o CD, cujo design gráfico é dos melhores que já vi (pois a cada dobra aberta surge uma surpresinha do tipo: será que esqueceram o principal?), o cenário simples me deixou inquieta, pois queria ver se também haviam surpresas como no CD.

Calor infernal em Recife, som agitando o pessoal (só música boa), todos procurando um lugarzinho para ver de perto a grande atração. E quem se importava com aperto ou calor? Isso nem foi percebido.

Eis que surge a grande surpresa da noite: o inoxidável Ruivão! Mas dessa vez um homem sereno, cheio de paz, poderia dizer que um tanto calculista, que me ganhou ainda mais.

Com seus sapatos inconfundíveis, iniciou suas canções novas, que eu chamo de poesias (ritmadas), e parou por um instante para explicar ao público – meio que pedindo paciência – que ele entendia que era natural que a maioria quisesse ouvir as mais conhecidas canções, mas que todas essas a que ele se referiu, outrora também foram desconhecidas. Acho que isso fez efeito.

Como havia prometido, também cantou as já conhecidas. No entanto, enquanto apresentava as novas canções o som do lado esquerdo do palco, em que Cambraia coincidentemente estava, parou de funcionar. Eu, num impulso e num pensamento completamente infantil ou talvez até maternal, corri para os “pés” do palco, como uma mãe dando força a um filho que caiu, para ele continuar, e tive a sorte de ouvir e cantar com ele, nesse momento, a melhor música de todos os tempos em minha opinião: DECLARAÇÃO DE AMOR. E como esse, houve muitos momentos mágicos.

Depois, num outro impulso, dessa vez de ter uma foto dele comigo, joguei meu celular em seus pés, mas foi inútil, ele nem percebeu ou talvez tenha até se assustado. Obviamente que depois ligaria para meu cel para resgatá-lo, mas uma amiga achou aquilo tão surreal que se apreçou em pedir meu telefone, sem me dar a chance de ver se teria êxito. E agora consigo entender o porquê dessa atitude: o Nando do Baile Perfumado é um homem apaixonante, que transmite aquela segurança masculina que toda mulher gostaria de ter ao seu lado. Essa foi a minha razão impensável, que em todos os outros show’s jamais havia cogitado, mas que se provou claramente possível. Isso se deu já no fim do espetáculo.

Outra coisa que me chamou atenção foi a organização e a rigidez das entradas. Penso que poucas foram as investidas com sucesso de assistir ao show com carteira de estudante sem sê-lo. Gostei muito disso. Sou terminantemente contra qualquer tipo de pirataria, e tenho razões para isso.

Havia venda de CD’s quando do fim do show, outra coisa que nunca havia visto.

E assim, o sonho estava chegando ao fim, pois àquele homem que me intrigou mais do que normalmente, já estava terminando seu repertório daquela noite.

Só ouvi críticas boas e muitos, mas muitos elogios a respeito da postura de Nando. Restou aquele gosto amargo na boca de não tê-lo ao alcance dos olhos, mas também deixou uma vontade de “quero mais”.

Quero agradecer, especialmente, a Felipe Cambraia que foi um fofo comigo, sendo atencioso e gentil.

Tenho certeza que essa turnê será um estouro de sucesso e Nando, revelará ainda mais, o pai e o homem maduro que habita nele, pois é emocionante ouvi-lo falar dos filhos.

Parabéns ao Ruivão e aos Infernais. Belíssima apresentação!

Por: Cecília Chaves

5th novembro, 2012

4 Commentários

4 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *