Sei
01 Aug 2013 | Sei

Entrevistas

Entrevista: Jack Endino, produtor musical

Entrevista: Jack Endino, produtor musical

endino cardJack Endino é um dos maiores produtores de Seatle/US. Em sua carreira artística há a produção de discos como da banda ‘Nirvana’, ‘Soundgarden’, ‘Mudhoney’, o álbum “Skunkworks” do cantor Bruce Dickinson, além de diversos grupos musicais da cidade do grunge e do Brasil!

Sua relação com o nosso país é estreita e se deu através do trabalho com a banda ‘Titãs’ nos discos “Titanomaquia” (1993), “Domingo” (1995) e “A Melhor Banda De Todos Os Tempos Da Última Semana” (2001).

E foi no ‘Titãs’ que Nando conheceu Jack e o convidou para produzir o CD “Para Quando o Arco Iris Encontrar o Pote de Ouro” (2000). Doze anos mais tarde, o ruivo volta a Seatle/US para gravar o disco ‘Sei’ (2012), mais uma vez com a participação de Endino que, para Nando, “é o sujeito certo para gravar o som dos Infernais”!

A gravação de ‘Sei’ foi muito especial para Nando pelo retorno da parceria com o produtor musical e também por ser Seatle/US o lugar onde o som de sua banda, ‘Os Infernais’, nasceu. Após ‘Sei’, o dueto ‘Nando & Jack’ esteve presente em todos os lançamentos do ruivão, onde Endino gravou o trompete no CD ‘Sei como foi em BH’ (2013) e mixou o CD ‘Voz e Violão – No Recreio – Vol. 1″ (2015). E não para por aí: O próximo trabalho de inéditas de Nando Reis, previsto para 2016, também terá a produção de Jack Endino (Saiba mais)!

Vale dizer que Endino produziu também, este ano, a banda brasileira ‘Water Rats’ (CONHEÇA AQUI).

O fã clube teve o privilégio de entrevistar este carismático artista que nos contou um pouco do seu trabalho e também sobre a amizade com o cantor Nando Reis! Confira a seguir…

Entrevista:

Fã Clube – Jack, muito obrigado por sua atenção com o fã-clube! Estamos muito felizes de realizarmos este presente a todos os fãs de Nando Reis…
Jack Endino – É um prazer, amigos!

Fã Clube – Como você conheceu Nando Reis?
Jack Endino – Em 1993 eu recebi um telefonema da Warner Internacional sobre os ‘Titãs’, o que me levou a produzir o álbum ‘Titanomaquia’, ‘Domingo’, ‘As Dez Mais’ e ‘A melhor Banda de todos os tempos da última semana’, em 2001. Nando era um ótimo baixista mas, as vezes, ele parecia ser um cara que realmente não se “encaixava” muito bem com os Titãs. E eu adorava as canções que ele escrevia, mesmo que elas não se encaixassem para os Titãs.

Fã Clube – Você pode traçar uma comparação entre o primeiro álbum que produziu de Nando Reis (2001 ) e o último ( 2012)?
Jack Endino – Eu gosto de TODAS as canções… Para mim a grande diferença é que eu somente produzi/gravei, mas não mixei o “Para Quando” (2000). Em “Sei” (2012), pude realizar todo o trabalho, exatamente do jeito que eu queria, além de ter tocado um pouco de guitarra!

Fã Clube – Nando Reis lançou o CD ‘Sei’ de forma independente, sem gravadora, com preço estipulado pelos próprios fãs. O que você achou de ousadia do cantor ?
Jack Endino – Não tenho informações suficientes sobre os “resultados” disso para dar uma boa opinião.

Fã Clube – Meados deste ano (junho/2015) Nando Reis esteve em seu estúdio. O que os fãs podem esperar do novo trabalho de inéditas do cantor?
Jack Endino – Até agora acho que escutei 6 canções… E elas estão ótimas!

Fã Clube – Ainda sobre o álbum ‘Sei’… Qual é a sua música favorita?
Jack Endino – ‘Pra quem não vem’, por que toco ‘Slide Guitar’ com Nando e Marisa Monte!

Fã Clube – Há algum artista brasileiro que você gostaria de produzir?
Jack Endino – Eu sempre vou trabalhar com o Nando, se ele me pedir, e com Titãs também. Eu só trabalhei com os ‘Water Rats’ pois a Converse (A marca Converse tem o projeto ‘Converse Rubber Tracks’, responsável por levar bandas para gravar em icônicos estúdios ao redor do mundo) os trouxe para Seattle… E que loucura foi essa? Eles são ótimos! Já gravei muita coisa! Posso fazer pop, punk, metal… O estilo não importa para mim, contanto que seja BOA MÚSICA e pessoas legais!

Fã Clube – Para você, o que é mais impressionante na música brasileira?
Jack Endino – Duas coisas: 1) Bons ritmos – O que é importante pra mim. Muitas músicas dos Estados Unidos e da Europa usam apenas o simples compasso 4/4 o tempo todo. Isso me deixa entediado, mas os brasileiros usam uns ritmos interessantes! 2) Existe um estilo especial de melodia vocal que é muito brasileiro. Em muitos rocks dos Estados Unidos e Europeus a melodia é simples ou apenas segue os riffs da guitarra. Os brasileiros “trabalham” as melodias muito mais e eu adoro isso!

Fã Clube – Nando Reis já te presentou com uma caixa de discos do “Gilberto Gil”. Além de Gil, ele te apresentou outro artista brasileiro?
Jack Endino – Novos Baianos! Ótimo álbum!

8th dezembro, 2015

Sem comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *