Sei
01 Aug 2013 | Sei

Fã Clube Nando Reis

DESPEDIDA FELIZ – (03/12)

Show com cara de despedida feliz!

Dia 12/03 em 8.50h, Meu celular toca, com uma Chamada da Rejane Minha Eterna Companheira de Amor Incondicional ao Nando Reis e Infernais.

Este seria um show mega importante, depois de uma notícia inesperada e chocante, sabíamos que nosso coração ficaria mais apertado, sem a presença carismática de Pontual nos shows ruivos. Para mim, neste show meus olhos foram totalmente dedicados à Pontual!

Tenho carinho muito especial a todos, a Miche, com sua energia contagiante, ao Cambraia e seu sorriso maroto, a quietude de Diogo, a simpatia de Alex, e o super carinho de Julian, mas definitivamente sentirei muita falta do solo de Carlos Pontual em “ Luz nos olhos”.

Bom, retomando ao dia 03/12, a ligação de Rejane era pra dizer que no dia anterior, após a saída do Credicard, ela torceu o pé! Na hora fiquei mega chateada, mas mais apreensiva com a saúde da Rejane mas hoje fiquei sabendo que está tudo bem.

O que ia fazer se a Cris disse que não podia ir no show porque não achou baba pra ficar com Luis seu filho?

Bom, decidimos que o pegaríamos na escola e levaríamos ate a casa da avó! Desta maratona saímos de casa em Curitiba para Ponta Grossa às 9.00 horas da noite, isso que combinamos de ir no show às 9 da manhã!

Chegamos no hotel as 10.30horas, foi quando liguei pra Carol e ela me disse que o show ia começar dali a uma hora. Não deu outra, corremos eu e Cris, me troquei não sei como, e fui ate o Centro de Convenções de Ponta Grossa, vocês não acreditam, foi por DEUS!

Cheguei na contagem regressiva de 10 segundos para começar o show. Corri e cheguei ate a segunda fileira da grade em 10 segundos kkkk, brincadeira foram 1 minuto no mínimo.

Na minha frente 2 mulheres sentadas numa cadeira, e mais a minha frente uma ala vip que não sabia que existia. Bom não deu outra, inclusive a pedido de Nando, acho que na 3ª ou 4ª musica pulei a grade e cheguei a esta tal ala vip, corri pra frente com medo dos seguranças quererem me tirar do show. Mas nada aconteceu, pelo contrário, todo mundo teve a mesma idéia e vieram em comboio atrás!

Muitas músicas boas tocaram. Iniciou pelo álbum DRES, com “Hi Dri“, “Ainda não passou” e “Livre como um Deus”, tocou ainda uma das minhas prediletas ,  “NO RECREIO”  e seu dedo indefectível !!!!

No “bis” vieram as músicas do Bailão, “Lindo balão Azul”, “Frevo mulher“, e “Whisky a go go“, Nando com alto astral e muito entrosado com o público e a banda.

Para mim um dos momentos mais marcantes  foi quando o solo do Pontual foi parabenizado por Nando com um aperto de mão, e um carinho informativo “ na guitarra – Carlos Pontual – um eterno Infernal” , este foi a melhor despedida que “eu” poderia presenciar, tendo em vista, que acho que agora continuarei a apreciar o “meu amorzinho” – como ELE MESMO DESCREVE na música, “Inventa qualquer coisa” – em seus shows solo.

Apesar de Nando ser hoje o elo que me liga as minhas amigas e aos novos músicos que escolhi pra amar,  os Infernais,  sentirei muita falta da facilidade de ver Pontual aqui no Paraná, por exemplo!

Como já comentei meus olhos no dia 03 estavam vidrados no Pontual! Foi a 1ª vez que o ouvi dizer “OBRIGADO”, E LEVANTAR O BRAÇO como forma de agradecimento, gostaria de dizer que está não seria a última vez que eu o veria nos Infernais!

Tenho certeza que ainda os verei nos shows de Carlos Pontual, quer seja em SP, RIO, PR, Brasil, no mundo!

Dedico este espaço hoje a ele, Pontual.

Um bjo de sua eterna fã!!!!!!!

Obs – seus cd’s estavam no meu carro aguardando os devidos autógrafos, ficam com certeza para o nosso próximo encontro!

Texto enviado ao fã clube por: Camila

5th dezembro, 2010

7 Commentários

7 Comentários